Você está aqui: Página Inicial / VER-SUS / Apresentação

Apresentação

Os estágios e vivências constituem importantes dispositivos que permitem aos participantes experimentarem um novo espaço de aprendizagem que é o cotidiano de trabalho das organizações e serviços de saúde, entendido enquanto princípio educativo e espaço para desenvolver processos de luta dos setores no campo da saúde, possibilitando a formação de profissionais comprometidos ético e politicamente com as necessidades de saúde da população. O projeto VER-SUS/Brasil, enquanto dispositivo, pretende estimular a formação de trabalhadores para o SUS, comprometidos eticamente com os princípios e diretrizes do sistema e que se entendam como atores sociais, agentes políticos, capazes de promover transformações. Assim, a proposta do Ministério da Saúde, em parceria com a Rede Unida, com a Rede Governo Colaborativo em Saúde/UFRGS, com a UNE, com o CONASS e com o CONASEMS, é de realizar estágios de vivência no SUS para que os participantes possam ter a oportunidade de vivenciar e debater acerca da realidade do SUS.

O VER-SUS possibilita o despertar de uma visão ampliada do conceito de saúde, abordando temáticas sobre Educação Permanente em Saúde, quadrilátero da formação, aprendizagem significativa, interdisciplinaridade, Redes de Atenção à Saúde, reforma política, discussão de gêneros, movimentos sociais, questões que estão intrinsecamente relacionadas à saúde, ao SUS.

O QUE É A VIVÊNCIA?

A vivência é um processo de imersão teórica, prática e vivencial dentro do sistema de saúde dos territórios de abrangência. A imersão é uma metodologia onde o participante fica 24h por dia, durante todo o período da vivência, disponível para atividades do projeto.

É criado o espaço necessário para realização de observações e vivências frente à realidade do Sistema Único de Saúde, participando e interagindo em grupos. São previstas atividades de aprofundamento teórico, a partir de seminários e oficinas didático-pedagógicas sobre aspectos da gestão do sistema, estratégias de atenção, exercício do controle social e processos de educação na saúde e no campo.

O VER-SUS é realizado numa metodologia de imersão com duração de 7 a 15 dias, de forma transdisciplinar, com a participação de estudantes de graduação, residentes, técnicos e movimentos sociais. Nesse período, os participantes ficam hospedados juntos para que ocorram momentos de diálogo e troca de experiências relacionadas às vivências de cada dia. Será disponibilizado para os participantes: hospedagem, alimentação, transporte e material didático dentro do Sistema Municipal de Saúde.

COMO PARTICIPAR?

Aqui, neste site, você poderá se inscrever para participar do VER-SUS como vivente, facilitador e comissão organizadora. Preencha seu cadastro e a ficha de inscrição conforme as orientações disponíveis no site.

QUEM SÃO?

Viventes: Estudantes de gradução, residentes na área da saúde, estudantes de ensino técnico na área da saúde e integrantes dos movimentos sociais. Normalmente são participantes que estão chegando pela primeira vez, interessados por conhecer mais o SUS e qualificar sua formação para atuarem com a saúde coletiva.

Facilitadores: Atores que já experienciaram o VER-SUS. Possui participação e organização de movimento estudantil; participação em movimentos sociais; participação em projeto de extensão junto ao sistema de saúde; participação em projeto de pesquisa que envolva articulação com o SUS, relativo à formação na saúde; participação em iniciação científica ou participação em algum outro estágio de vivência.

Comissão Organizadora: Comissão formada preferencialmente por coletivos de estudantes, docentes, por representantes da gestão municipal/estadual de saúde, trabalhadores da saúde e representantes da Participação Popular da localidade onde as atividades serão propostas.